Esta é a técnica a utilizar para arrancar ramos de rosas, sem gastar um único euro: experimente já.

Arrancar os ramos das rosas quando necessário traduz-se num gesto de amor para com a planta. Existem fatores que podem levar a vários tipos de problemas, de modo a eliminar toda a planta. Na verdade, os viveiristas profissionais estão prontos para dar algumas indicações sobre a melhor forma de fazê-lo, sempre com total respeito pela planta e pelo meio ambiente.

Como arrancar ramos de rosas profissionalmente?

Existem muitos tipos diferentes de rosas, ligadas por um único fator ou pela necessidade de serem tratadas da melhor forma possível. Uma planta delicada e elegante que requer atenção, nutrição e hidratação contínua. Segundo pesquisas, esta é a planta mais procurada por todos os amantes de flores.

Quando uma planta está comprometida, as raízes devem ser arrancadas para que voltem a crescer de forma saudável. Não é fácil, por isso é sempre bom entrar em contato diretamente com um especialista do setor. Em geral, isso pode ser feito de maneiras diferentes. Há quem decida cortar – com uma tesoura higienizada – a parte comprometida, para depois guardá-la dentro de um recipiente plástico (mesmo que seja uma garrafa) com tampa e comida por um determinado período de tempo. Este método ajuda as raízes e a própria planta a crescer novamente.

É bom saber, no entanto, que existem 20.000 tipos diferentes de rosas no mundo com três categorias principais: arbusto, hábito arbustivo e miniatura.

Cuidar de rosas

Se forem roseiras, a poda deve ser feita pelo método de desbaste, eliminando o excesso de ramos. Se forem roseiras arbustivas, a técnica é de topping, eliminando a parte superior da planta. Para as miniaturas, aplica-se um método superficial para eliminar galhos mortos e raízes comprometidas.

Quando é indicada a poda e como fazê-la

Também é importante prestar atenção à idade da planta. Fator fundamental, tendo em vista que os viveiristas aplicam um método baseado nisso. A poda ou restauração deve ser feita um ano após a chegada, para dar tempo à planta de se aclimatar. Além disso, você também pode ter o tipo de solo e nutrição errados, levando a planta a pedir ajuda.

arrancar os ramos de rosa

Se for utilizado um especialista, ele próprio verificará a forma das raízes e o estado da planta. De fato, para ter uma planta saudável é necessário realizar ações de limpeza regulares ao longo do ano. Esta operação não é invasiva, requer apenas a eliminação de todas as partes secas e fracas para não ficar com as raízes comprometidas durante a noite.

Lembre-se sempre que toda operação deve ser realizada com habilidade, pois a planta pode ser afetada.